Sensibilidades da quarentena: Vamos juntos!

Valdir Oliveira – pesquisador, ativista. Sócio honorário do IHGG Campinas.

Quarantine feelings: Let’s go together!

Vamos juntos!

É noite. Você dorme, cuido do seu sono – de você.

Na madrugada penso: parece uma criança, assim – como que jogada na cama.

Nessa mais de centena de dias, em rotina de ficar em casa, de buscar afazeres juntos, de conversas íntimas, assim, de repente – de uma maneira que nunca havíamos realizado.

Nos vimos em uma nova sensação de buscar, de relação, de novo amor – de solidificar o que existe.

Esse isolamento, esse ficar em casa, era e está necessário, porque refazer, renovar, preservar, fortificar, unir as emoções está o prazer diário entre nós dois.

O que era antes de tudo isso? Desse ficar em casa para nos proteger? Desse sentimento de preservar vidas?

Rotina desgastante, desânimos, olhares perdidos, conversas diante de jornais da TV, da novela, do filme já visto e revisto, tudo tornara-se motivo para não se emocionar – mesmo com a presença de um e do outro.

A madrugada avança, você dorme e penso: Como é lindo ver você assim, delicada, sensível, acessível – entrega total.

Você acorda, me olha silenciosa, sorri – e volta a dormir.

O dia amanhece, continuo a velar por seu isolamento, por seu sono – por cuidar de você.

Nesse período estamos aprendendo a cuidar das pessoas, sentir suas vontades, dores, prazeres, tristezas e alegrias – um dia a dia frequente.

Muitos perderam muitos, muitos sofreram muito, muitos rezaram muito, muitos choraram e se desesperaram muito, pela agonia – pela separação de muitos.

Também, muitos se alegraram e choraram pela cura de muitos, muitos agradeceram pela volta de muitos, muitos rezaram, deram vivas, bateram palmas – por todos aqueles que cuidaram nos hospitais de muitos.

Há pessoas que procuram enxergar o que está longe no horizonte e não percebem a felicidade ao seu lado – o tempo todo, todo o tempo.

Esse período é um estágio, uma aula espiritual, para a evolução de nossa missão – aqui nesse plano material.

O que está acontecendo no plano material é um realinhamento dos espíritos que necessitam e precisam findar suas missões, para as quais – eles próprios, aceitaram e se propuseram a cumprir.

Para o nosso pequeno e ínfimo entender espiritual não existe lógica, nesse suceder de milhões de mortes – nesse sofrimento de tantos.

Mas, para o desenvolvimento dos espíritos que habitavam esses milhões de invólucros, esses corpos carnais, esses materiais orgânicos, durante décadas, era necessário essa transformação, esse progredir, esse mudar de plano, para uma – merecida evolução no mundo espiritual.

As condutas de viver, agir, fazer nesse plano espiritual foram decididas pelo próprio espírito quando de sua escolha, para vir a esse mundo por intermédio de uma gestação – habitar um corpo carnal.

A partir desse momento, todas as ações nesse mundo material serão consequências resultantes de suas decisões, para resgatar, inclusive, de estar entre pessoas de todas as índoles, de boas e más condutas nessa vida material.

Os mistérios acerca de nossa existência são decisões e vontade de DEUS.

Estamos aqui, todos para progredirmos, para cumprirmos missões as quais nossos espíritos escolheram para atingir seus objetivos – no plano espiritual.

Ninguém atravessa o caminho de alguém, sem nenhum motivo, e ninguém entra na vida de alguém sem nenhuma razão. (Francisco Candido Xavier).

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s