Júlio Mesquita: Ascendência e Descendência

Julio Mesquita: Ascending and Descending Kinship.

Por Paulo Valadares – genealogista, pesquisador. Titular da Cadeira 29 do IHGG Campinas.

Apesar de ter feito parte de minha formação acadêmica na PUC-Campinas, onde fui aluno do professor Odilon Nogueira de Mattos e da professora Maria Lúcia Rangel Ricci, pouco pesquisei e escrevi sobre a gente campineira. Assim busquei, na vida cultural campineira, o patrono da minha Cadeira no IHGG Campinas.

Tive uma imensa oferta para essa escolha, entre atletas, atores, escritores, pintores, políticos. Por razões pessoais, escolhi alguém que pudesse representar a minoria etnocultural a que pertenço: judeus e cristãos-novos portugueses, presentes em Campinas. É o caso de Júlio Mesquita, ao que tudo indica dessa origem, tronco de uma linhagem de intelectuais que pode ser vista na genealogia que entrego aos leitores.

Título Mesquitas de Vila Real (Portugal), Campinas e São Paulo

§ 1

I – Francisco Ferreira de Mesquita nasceu no concelho de Relvas, freguesia de São Cristóvão de Parada de Cunhos, Vila Real (Portugal), e morreu em Itapira, São Paulo (9 de fevereiro de 1838-20 de dezembro de 1898), filho de Joaquim Ferreira Monteiro e Luiza Margarida Pereira da Mesquita; neto paterno de José Joaquim Ferreira e Luiza Maria, da freguesia de Santa Maria dos Anjos da Vila de Goufins; neto materno de José Álvares da Mesquita e Helena Maria Pereira. Comerciante em Campinas com uma “casa de comissões, depósito de sal, açúcar etc.” Fazendeiro de café em Jacutinga. Pertenceu à Loja Maçônica Independência (segundo vigilante) e à Beneficência Portuguesa (sócio nº 44, de 31/12/1883 até a sua morte em Campinas. Ele está sepultado num túmulo encimado por esfinge com motivos egípcios confeccionada com areia, pó preto e cola, no próprio local, de autoria desconhecida. Não há nenhuma simbologia cristã visível. Somente nas gerações posteriores é que aparece a cruz em seus túmulos. Francisco Ferreira de Mesquita casou-se com Maria da Conceição Ferreira Novo, também nascida em Relvas e falecida em São Paulo (1834-31 de agosto de 1910), irmã do comerciante português Francisco Ferreira Novo, estabelecido em Campinas. Eles são os pais de:

1 (II) – Adelaide Mesquita, a primogênita, c.c. António Júlio Nogueira da Silva (uma neta do casal, Octávia de Cerqueira César, casou-se com o primo Júlio de Mesquita Neto, § 6. Sua irmã, Camila de Cerqueira César foi casada com o escritor Roland Corbisier, com geração).

2 (II) – Augusto César Mesquita, Nenê (1863-1945), c.c. Antonieta Pimenta.

3 (II) – Maria Preciosa Mesquita, Mariquinhas, nascida em Vila Real (1865-1945), c.c. Dr. Pedro Augusto Pereira da Cunha (1850-1924).

4 (II) – Francisco Mesquita, Chiquinho.

5 (II) – Ermelinda Mesquita, Biloca (7 de março de 1869-1951), c.c. o Dr. Vicente Augusto de Carvalho (1866-1924), poeta, desembargador e deputado. Com geração descrita em “Tribunal de Relação e Tribunal de Justiça. Sob o ponto de vista genealógico”, de Frederico de Barros Brotero, pp. 303-9.

6 (II) – Constantino Mesquita, Tantico.

7 (II) – Júlio César Ferreira de Mesquita, que segue no § 2.

§ 2

II – Júlio César Ferreira de Mesquita nasceu em Campinas e morreu em São Paulo (18 de agosto de 1862-15 de março de 1927), filho de Francisco Mesquita (§ 1). Estudou em Portugal e Campinas (Culto à Ciência). Cursou a Faculdade de Direito de São Paulo. Advogado, vereador em Campinas, deputado e jornalista. Abolicionista e republicano. Foi redator e diretor-responsável do jornal O Estado de S. Paulo (1891-1927). Casou-se com Lucilla de Cerqueira César, nascida em Rio Claro e falecida em Santos (22 de maio de 1864-17 de julho de 1916), filha do Dr. José Alves de Cerqueira César (senador estadual e presidente interino de São Paulo) e Maria do Carmo Sales (irmã de Manuel Ferraz de Campos Sales, presidente da República, e tetraneta de Francisco Barreto Leme, fundador de Campinas), neta paterna de Bento Alves de Siqueira Bueno (Silva Leme, III, p. 207) e Maria Cândida de Cerqueira Leme e neta materna do tenente-coronel Francisco de Paula Sales (Silva Leme, VIII, p. 155) e Ana Ferraz de Sales. Júlio e Lucilla são os pais de:

1 (III) – Esther Mesquita, que segue no § 3.

2 (III) – Rachel Mesquita, que segue no § 4.

3 (III) – Maria Mesquita, que segue no § 5.

4 (III) – Júlio de Mesquita Filho, que segue no § 6.

5 (III) – Francisco Mesquita, que segue no § 7.

6 (III) – Sara Mesquita, que segue no § 8.

7 (III) – Ruth Mesquita (1889-1906).

8 (III) – Judite Mesquita, que segue no § 9.

9 (III) – Lia Mesquita, que segue no § 10.

10 (III) – José Mesquita (1901-1902).

11 (III) – Suzana Mesquita (1902-1905).

12 (III) – Alfredo Mesquita, que segue no § 11.

4 – Certidão de óbito nº 490, ff. 151F, livro C-0019 (Cartório de Santa Cecília, São Paulo), e Livro de Inumação do Cemitério da Consolação nº 23, p. 37 (Arquivo Histórico Municipal Washington Luís, São Paulo).

§ 3

III – Esther Mesquita, Teté (26 de novembro de 1885-17 de dezembro de 1963), filha de Júlio Mesquita (§ 2). Tradutora, crítica musical e teatral. Fundadora e diretora da Sociedade de Cultura Artística. Traduziu Aristófanes, Shakespeare, Moliére, Stanislawski e Molnar. Autora de um livro dememórias escrito em inglês e traduzido por um familiar (Um livro de memôrias sem importância, São Paulo, 1981). Segundo o seu obituário reservado às mulheres da família, ela foi “uma representante autêntica das virtudes tradicionais da Mulher bandeirante”.

§ 4

III – Rachel Mesquita (14 de novembro de 1887-17 de maio de 1950), filha de Júlio Mesquita (§ 2). Casou-se com o Dr. Armando de Salles Oliveira (24 de dezembro de 1887-17 de maio de 1945), filho do engenheiro Francisco de Salles Oliveira Jr. (dirigiu as obras de saneamento em Campinas logo após a epidemia de febre amarela, que quase destruiu a cidade) e Adelaide de Sá, neto paterno de Francisco de Sales Oliveira e Francisca Gomes Leitão. Neto materno de António Nicolau de Sá (português de Mirandelo) e Ana Cândida Vieira Bueno (irmã da mãe do poeta Vicente de Carvalho, este casado com Ermelinda Mesquita, tia de Rachel). Engenheiro. Interventor em São Paulo (1935-1936). Foi um dos líderes da Revolução Constitucionalista de 1932. Com o cunhado, fundou a Universidade de São Paulo (USP). Candidato à Presidência da República. É nome da Cidade Universitária da USP e no seu túmulo no Cemitério da Consolação está gravado o moto da universidade paulista: “Scientia vince”. Ela recebeu extrema-unção do cardeal Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota. Rachel e Armando são os pais de:

1 (IV) – Armando de Salles Oliveira Filho (1912-1986) c.c. Helena Gomesoro.

2 (IV) – Júlio de Salles Oliveira (1915-1991), c.c. Lúcia Portugal, filha do desembargador Silvio Portugal e Isolina Ramos de Figueiredo. Com geração.

3 (IV) – Lucilla de Salles Oliveira, c.c. Antonio Luís Teixeira de Barros (1907-1987). Com geração.

§ 5

III – Maria Mesquita (15 de agosto de 1890-2 de maio de 1974), filha de Júlio Mesquita (§ 2). Estudou no Colégio Sion. Ativista social. Trabalhou para a integração dos filhos de hansenianos na sociedade e também no incentivo aos filhos de trabalhadores rurais para estudarem na cidade. Pertenceu à Liga das Senhoras Católicas e Movimento de Arregimentação Feminina, que criou a Marcha com Deus pela Família, para a derrubada do Governo Goulart. Ela foi casada com o Dr. Carolino da Mota e Silva. Sem geração.

§ 6

Os “Júlios” (jornalistas)

III – Júlio de Mesquita Filho, Dr. Julinho (14 de fevereiro de 1892-12 de julho de 1969), filho de Júlio Mesquita (§ 2). Estudou na Suíça. Bacharelou-se pela Faculdade de Direito de São Paulo, onde teria integrado a Bucha (maçonaria universitária paulistana influente nos primeiros governos republicanos). Foi um dos líderes da Revolução Constitucionalista de 1932 e do Golpe de 1964. Membro da Academia Paulista de Letras (cadeira 38). Presidiu a comissão encarregada de planejar e implantar a Universidade de São Paulo (USP). Diretor-responsável do jornal O Estado de S. Paulo (1927-1969, com interrupção entre 1940 a 1945). Casou-se com Marina Vieira de Carvalho, filha do Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho (Campinas, 5 de janeiro de 1867-São Paulo, 5 de junho de 1920) e Constança de Mello e Oliveira (trineta do Dr. Francisco de Mello Franco, Pai da Puericultura Brasileira, que saiu no Auto-de-Fé de 26 de agosto de 1781), neta paterna de Joaquim José Vieira de Carvalho e Carolina Xavier de Carvalho, neta materna de Luiz José de Mello e Oliveira, barão de Melo e Oliveira (neto do professor Stanislau José de Oliveira, 1771-1823, “cristão-novo”, segundo o seu tetraneto o antropólogo Roberto Cardoso de Oliveira), e Ana Flora Vieira Bueno.

O Dr. Arnaldo foi médico formado pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1888, diretor-clínico da Santa Casa de Misericórdia paulistana e fundador e primeiro diretor da Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo. Júlio e Marina são os pais de:

1 (IV) – Júlio de Mesquita Neto, que segue.

2 (IV) – Ruy Mesquita, que segue.

3 (IV) – Luís Carlos Mesquita, que segue.

IV – Júlio de Mesquita Neto (São Paulo, 11 de dezembro de 1922-São Paulo, 5 de junho de 1996), filho de Júlio Mesquita Filho (§ 6). Estudou no Colégio São Luís (jesuíta). Cursou filosofia e direito na Universidade de São Paulo (USP). Oficial da Reserva (Segundo tenente), jornalista e diretor-responsável do jornal O Estado de S. Paulo (1969-1996). Casou-se com a prima Octávia de Cerqueira César, Zulu, filha de Bento de Cerqueira César e Ana Luísa de Mesquita, Donana, neta paterna de José Alves de Cerqueira César e Maria do Carmo Sales e neta materna de Antonio Júlio Nogueira da Silva e Adelaide Mesquita (já identificados anteriormente). Júlio e Octávia são os pais de:

1 (V) – Júlio César Ferreira de Mesquita (1951), jornalista.

2 (V) – Marina de Cerqueira César Mesquita (1956), psicóloga.

IV – Ruy Mesquita (São Paulo, 16 de abril de 1925), filho de Júlio Mesquita Filho (§ 6). Jornalista e diretor do Jornal da Tarde e do O Estado de S. Paulo. Organizou o livro Cartas do exilio (2006) com a correspondência de Júlio de Mesquita Filho e a sua esposa Marina, nos anos 30 e 40. Casou-se com Laura Maria Sampaio Lara, Laurita. Ruy e Laura são os pais de:

1 (V) – Ruy Mesquita Filho (1950), jornalista.

2 (V) – Fernão Lara Mesquita (1952), jornalista.

3 (V) – Rodrigo Lara Mesquita (1954), jornalista, casado com a jornalista Eliane Gamal, filha de Salim Gamal e Judith Homsi, judeus sefarditas, com geração.

4 (V) – João Lara Mesquita (1955), radialista.

IV – Luís Carlos Mesquita, Carlão (São Paulo, 31 de dezembro de 1929-1970), filho de Júlio Mesquita Filho (§ 6). Casou-se com Sara Marjorie “Mesquita”. São os pais de:

1 (V) – Patrícia Maria de Mesquita (1960), co-autora (com Aluízio Falcão) do livro Retrato de uma redação (2002).

§ 7

Os “Chicos” (administradores)

III – Francisco Ferreira de Mesquita, Dr. Chiquinho (22 de abril de 1893-8 de novembro de 1969), filho de Júlio Mesquita (§ 2). Cursou direito na Faculdade de Direito de São Paulo. Possuía grande tino administrativo e econômico. Deputado e fazendeiro de café em Garça e Avaré. Lutou na Revolução Constitucionalista de 1932. Casou-se com Alice Vieira de Carvalho, dona Alicinha (1901-1992), filha do Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho e Constança de Mello e Oliveira (já identificados anteriormente). Francisco e Alice são os pais de:

1 (IV) – Luís Vieira de Carvalho Mesquita, que segue.

2 (IV) – José Vieira de Carvalho Mesquita, que segue.

3 (IV) – Maria Cecília Vieira de Carvalho Mesquita, que segue.

IV – Luís Vieira de Carvalho Mesquita, Zizo (23 de outubro de 1921-3 de março de 1997), filho de Francisco Mesquita (§ 7). Fazendeiro e engenheiro formado pela Escola Politécnica da USP. Dirigiu as reformas introduzidas no Grupo Estado, do qual foi presidente do Conselho Administrativo. Presidiu também a Sociedade de Cultura Artística de São Paulo por 30 anos. Casou-se com Maria Alice Crissiuma, filha de Ruy Freitas Crissiuma e Alice de Sousa Queiroz (bisneta do brigadeiro Luís Antonio e do senador Vergueiro), e pela segunda vez com Deyse Catoira (sem geração). Luís e Maria Alice são os pais de:

1 (V) – Roberto Crissiuma Mesquita (1959), administrador de empresas, c.c. Andréa de Brito, com geração.

2 (V) – Maria Luísa Crissiuma Mesquita (1961), publicitária, c.c. José Francisco Freire de Brito, com geração.

3 (V) – Fernando Crissiuma Mesquita (1962), engenheiro, c.c. Renata Carvalho Pinto Coutinho, com geração.

4 (V) – Anna Maria Mesquita (1964), psicóloga, c.c. Thomas Ecksmidt, com geração.

IV – José Vieira de Carvalho Mesquita, Dr. Juca (1924-26 de julho de 1988), filho de Francisco Mesquita (§ 7). Diretor administrativo do Grupo Estado. Casou-se com Theresa Isabel Ferraz de Sampaio. José e Theresa Isabel são os pais de:

1 (V) – Francisco Mesquita Neto (1955), Chiquinho, administrador de empresas, c.c. Mônica Mesquita.

2 (V) – Ana Alice Mesquita, c.c. o primo Cláudio de Sales Oliveira, filho de Silvio de Sales Oliveira e Eva Claudia de Oliveira, com geração.

3 (V) – Isabel Theresa Mesquita (separada), c.c. o primo Sérgio Luís Coutinho Nogueira, filho do Dr. José Bonifácio Coutinho Nogueira (bisneto do presidente Campos Sales, já identificado anteriormente, e pentaneto de José Bonifácio, o Patriarca da Independência) e de Maria Tereza do Castro Prado. Com geração.

4 (V) – Maria de Nazareth Mesquita, analista de sistemas, c.c. Walter Perez, com geração.

IV – Maria Cecília Vieira de Carvalho Mesquita (1928), filha de Francisco Mesquita (§ 7). Diretora do Suplemento Feminino de O Estado de S. Paulo.

§ 8

III – Sara Mesquita (3 de janeiro de 1896-28 de julho de 1984), filha de Júlio Mesquita (§ 2). Casou-se com o advogado Dr. Antonio Machado de Mendonça (9 de agosto de 1896-1º de março de 1952), filho de João Jacinto de Mendonça e Maria Machado de Mendonça. Sara e Antonio são os pais de:

1 (IV) – Jorge Mesquita Mendonça (1921-2006), c.c. Maria Tereza Penteado (um filho do casal é o advogado, jornalista e membro da Academia Paulista de Letras, Antonio Penteado de Mendonça).

2 (IV) – Paulo Mesquita Mendonça, jornalista, c.c. Ver a Maria da Conceição.

§ 9

III – Judith Mesquita (1897-1963), filha de Júlio Mesquita (§ 2). Casou-se com Carlos Vieira de Carvalho (19 de setembro de 1898-1954), industrial, engenheiro e presidente da Metalúrgica La Fonte, filho do Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho e Constança de Mello e Oliveira (já identificados anteriormente). Judith e Carlos são os pais de:

1 (IV) – Marco Antonio Vieira de Carvalho, Caco (1926-São Paulo, 21 de agosto de 2006). Foi comodoro do Iate Clube de Santos, associação fundada por seu pai, durante 35 anos. Casado por duas vezes: a primeira com Helena Maria América Sabino de Sousa Queirós, apelidada Colibri, e depois com Silvana Vieira de Carvalho, com geração de ambos leitos.

§ 10

III – Lia Mesquita (26 de março de 1899-25 de maio de 1980), filha de Júlio Mesquita (§ 2). Fundou com o irmão Alfredo a Livraria Jaraguá na Rua Marconi, ponto dos escritores da época, quem comprava ou discutia livros aproveitava para tomar uma xícara de chá com ótimos acompanhamentos feitos em casa. Participou da peça O contratador de diamantes, de Afonso Arinos, encenada em 1919 no Teatro Municipal de São Paulo por membros da alta sociedade paulistana.

§ 11

III – Alfredo Mesquita (26 de novembro de 1907-23 de novembro de 1987), filho de Júlio Mesquita (§ 2). Escritor, crítico de teatro e artes. Cursou a Faculdade de Direito de São Paulo, Sorbonne e o College de France. Fundou e dirigiu o Grupo de Teatro Experimental e a Escola de Arte Dramática (EAD), a revista Clima e a Livraria Jaraguá.

Referência bibliográfica: 

REVISTA do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Campinas. Número 1. Komedi: Campinas, 2008, pp. 121-128.

Um comentário

  1. Muito bom o estudo genealógico de Júlio de Mesquita por Paulo Valadares. Conciso, objetivo, bem documentado e ilustrativo. Esclarece não só a linha reta mas várias colaterais dessa rica genealogia. Só ficou devendo alguma nota sobre Francisco Glicério ao abordar os Cerqueira César. O que, é evidente, não diminui a importância do texto. Parabéns

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s