Prefácio de: As Ações de Liberdade de Escravos do Judiciário de Campinas

Preface to: The Lawsuits for Freedom of Slaves (Campinas Court House, SP, Brazil).

José Roberto do Amaral Lapa (in memoriam) – historiador, fundador do Centro de Memória (CMU) e professor do Departamento de História da UNICAMP.

Sendo um universo arqueológico, o fundo de arquivo é, com raras exceções, um desafio que acena com o caótico que lhe imprimiu o tempo e o desuso em que caíram seus elementos. Assim, no sentido do desafio e da descoberta, o trabalho de arquivo, especialmente quando se trata de acervos históricos, é invariavelmente fascinante. (Heloísa Liberalli Bellotto). 

Uma das maneiras de avaliarmos o porte e a qualidade do trabalho científico e técnico de uma instituição como o Centro de Memória – UNICAMP (CMU), é através de suas publicações. Estas por sua vez, permitem que esse trabalho tenha um alcance muito maior, atingindo outras instituições e a sociedade em geral.

Quanto à produção científica do CMU, cuja ressonância nos é altamente gratificante, temos assegurado, de maneira eficiente, a sua divulgação com a Coleção Campiniana, a Coleção Tempo e Memória e a Resgate – Revista Cultural. Entretanto, temos também uma produção de natureza técnica, cujos trabalhos e resultados, geralmente propiciados por aperfeiçoamentos, estágios, bolsas e auxílios diversos, ainda não tinham a repercussão que merecem, limitando-se a divulgação às exposições internas e comunicações em congressos, seminários e outros fóruns especializados.

Felizmente, ao longo dos primeiros anos de existência do CMU, acumulamos experiência no tratamento técnico e metodológico dos nossos acervos e formamos uma massa crítica atuante em trabalhos como os de arquivística, biblioteconomia, história oral, restauração de documentos gráficos, iconografia, história local e regional, métodos e técnicas de investigação em ciências humanas etc.

A produção resultante desse trabalho passou a ter o abrigo de um espaço próprio para a sua divulgação, a Coleção Instrumentos de Pesquisa que se inaugurou com este volume: As ações de liberdade de escravos do Judiciário de Campinas (1992). Trata-se de uma série de processos judiciais das mais consultados do nosso acervo. Por sua natureza e conteúdo, pelo período que abrange e a sua quantidade, esse conjunto memoriza um universo rico de implicações econômicas, sociais e jurídicas que o leitor facilmente identificará nas informações resumidas nos verbetes, índices e nas análises do autor.

Idealizada e organizada pelo supervisor da Área de Arquivos Históricos do CMU, Fernando Antônio Abrahão, esta nova coleção pretende agasalhar repertórios, bibliografias, inventários, índices e todo o variado elenco de instrumentos que auxiliam na pesquisa básica e aplicada, elevando os padrões científicos e otimizando os resultados.

Segundo Abrahão, este livro tomou corpo durante debates e conversas com colegas, principalmente nos cursos de Especialização em Organização de Arquivos promovidos pelo CMU (com os sempre dispostos professores e professoras da Escola de Comunicação e Artes e da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, coordenados por Johanna Smith, Heloísa Liberalli Bellotto e Yêda Dias Lima). O primeiro em 1988 e o segundo em 1989.

Fundamental também é destacar e agradecer o trabalho desenvolvido pelo pessoal do Sistema de Arquivos da UNICAMP, liderados por Neire do Rossio Martins, entre 1985 e 1987, quando o CMU ainda não possuía em seus quadros os especialistas em arquivologia, Fernando Antonio Abrahão e Cássia Denise Gonçalves. Por fim, igualmente, há de mencionar os alunos e alunas da graduação que se identificaram com o projeto e, sob a orientação do autor, estagiaram na elaboração das fichas de coleta de dados. São eles: Fábio Fedrizzi Custódio, Karen Lopes Araki, Patrícia Maria Lhacer, Patrícia Moraes Piazzo, Poliana Monteiro Barreiro e dos bolsistas Lorenço Jungklaus (SAE) e Lúcia Helena Oliveira Silva (FAPESP).

Ao apresentar ao público esta nova Colegão de livros do CMU – Coleção Instrumentos de Pesquisa -, iniciamos a extensão sistemática dos nossos acervos e do nosso trabalho, que esperamos corresponda cada vez mais ao interesse daqueles que honram esta Casa, valendo-se dos serviços que ela oferece.

Referência Bibliográfica:

ABRAHÃO, Fernando Antônio. (1992). As ações de liberdade de escravos do Tribunal de Justiça de Campinas. Campinas: CMU Publicações. (Vol. 1 da Coleção Instrumentos de Pesquisa). 108p.

 

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s